Home / Destaque / Presos mais três da quadrilha que assaltou bancos em Paim Filho

Presos mais três da quadrilha que assaltou bancos em Paim Filho

Denuncia levou PMs ao esconderijo do trio, que se escondia em no interior de Maximiliano de Almeida.

Fonte: Au Online/ Fotógrafo: Divulgação/Brigada Militar

Foto: Divulgação/ Brigada Militar

Uma denuncia levou policiais do Grupamento de Operações Especiais da Brigada Militar até o esconderijo usado pela quadrilha que assaltou duas agências bancárias em Paim Filho, nesta sexta-feira(28). Uma nota da BM informou no fim da tarde que três homens que participaram a ação foram presos e encaminhados para a Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento, em Erechim. Com o trio foi encontrado o revólver tomado do vigia de um dos bancos invadidos pelo grupo e o telefone celular, onde consta um arquivo de conversas do grupo sobre a ação criminosa.

Com a prisão de mais três integrantes da quadrilha, chega a cinco o número de integrantes do grupo. Veja a Nota distribuída pela Brigada Militar, sobre as prisões deste sábado(29), em Maximiliano de Almeida.

A Brigada Militar também apurou que o carro incendiado na fuga dos bandiso, um Ford KA, usava placas clonadas. As originais eram de Garopaba – SC. O veículo tinha registro de furto em Porto Alegre. A Brigada Militar não informa se depois das prisões deste sábado, as buscas foram encerradas.

“Durante patrulhamento na região de Maximiliano de Almeida referente a ocorrência de roubo a banco, a equipe recebeu o informe de um transeunte que os indivíduos envolvidos na referida ocorrência se encontravam no endereço citado, ao chegar no local um indivíduo correu para o interior de um barraco onde foi alcançado e detido(Douglas), onde em revista pessoal o mesmo portava o revólver na cintura, dentro do barraco se encontravam Maicon e Gilérme os quais foram detidos também, no barraco foi encontrado o saco com miguelitos e o celular de Douglas, Douglas informalmente disse que levou os demais autores até a região de mata e queimou o veículo, onde as demais equipes de PATRES efetuaram buscas,  Maicon informou que espalhou os miguelitos nas vias de acesso e Gilérme forneceu a casa para escondê- los. Diante dos fatos foi dada voz de prisão e todas as partes conduzidas a DDPA de Erechin.”

Veja Também

Charrua: Se passando por agricultores, bandidos sem armas atacam agência bancária.

Fonte: Portal RS Agora/ Fotos: Elinton Machado/RS Agora Dois indivíduos sem armas, de cara limpa ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

: